Robótica do Assunção estará no FISL 9.0


Robô construído a partir de sucatas

Nos dias 17, 18 e 19 de abril, o grupo de robótica do Colégio Marista Assunção estará participando da nona edição do Fórum Internacional de Software Livre – FISL 9.0 no Centro de Eventos da PUCRS. Com o Water Free, um robô que servirá água aos participantes, a Escola estará instigando uma reflexão sobre a preservação do meio ambiente e expondo o trabalho desenvolvido na área da educação a partir da cultura livre. A capital gaúcha espera a presença de 6 mil pessoas para o evento.

“Construímos um robô multifuncional”, diz o orientador da oficina de robótica da Escola, Marcos Aranda. Além de servir água em copo plástico com o toque de um botão, o Water Free se movimenta controlado por rádio controle, transmite e recebe dados, movimenta os olhos, emite voz de robô e outros sons, sendo capaz de interagir com o ambiente no qual está inserido. Tudo isso enfatizando o tema da Campanha da Fraternidade 2008, a valorização da vida a partir da preservação do meio ambiente.

Relacionar o projeto do robô com o tema não foi por acaso. “Apesar de termos atualmente a idéia de que a robótica envolve diferentes graus de complexidade e novas abordagens tecnológicas, é possível uma construção consciente, reciclando materiais e preservando o meio ambiente”, explica Marcos. Não se utilizou kits personalizados; todos os materiais foram de origem alternativa como sucatas, motores reciclados, sobras de cantoneiras de alumínio e outros objetos de descarte.

“Projetamos cada detalhe, testando as possibilidades e nos surpreendemos com os resultados. A cada peça agregada, somamos vitórias, pois nosso espírito de coletividade nos permitiu descobrir e reconstruir idéias” relatou o aluno Gregory Frizon, da 8º série, que desenvolveu o projeto junto ao orientador. Segundo ele, a satisfação do resultado se deve, também, ao envolvimento diário: “a cada encontro trazíamos sobras de fios, interruptores, baterias, bolinhas, parafusos, antes sem funcionalidade e agora chamado Water Free”.

Na escola, o resultado não poderia ser melhor: “os alunos param para interagir com o Water Free, questionam sobre sua construção, suas funções e são levados a uma reflexão das possibilidades de valorização de sucatas e exploração de materiais alternativos”, conclui o orientador. A atuação do robô poderá ser conferida durante os três dias do Fórum Internacional de Software Livre, das 9h às 20h, no Centro de Eventos da PUCRS.

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.