Sequência didática aborda as múltiplas possibilidades de comunicação

Comunicação verbal, não verbal, escrita, digital, por códigos..., o tempo todo e de diversas formas estamos enviando e recebendo mensagens. Para entender um pouco mais sobre como a linguagem e a comunicação influenciam nossos sentimentos, assim como toda nossa vida, a área de Linguagens e Códigos desafiou os estudantes do 1º ano EM a investigarem as sensações estranhas e inexplicáveis que vivemos quando nos comunicamos. 
 
Para iniciar o trabalho e também chamar a atenção para as inúmeras possibilidades que o ser humano tem de se comunicar, seja por gestos, palavras, expressões e olhares, os estudantes receberam a professora especialista em educação especial na área da Surdez e em educação inclusiva e interprete de LIBRAS da PUCRS, Tânia Fleck Brittes. Tânia conversou com os jovens sobre a relação do sujeito surdo com a história da Língua Brasileira de Sinais. 
 
Tânia conversou com os estudantes sobre a Língua Brasileira de Sinais
 
A partir da palestra, as turmas iniciaram os estudos percebendo a comunicação e a linguagem por diferentes perspectivas, como verbal e não verbal, escrita, desenhada, textual e descritiva. 
Funções, origens, evoluções da linguagem, de onde vieram as palavras, quais as linguagens que utilizamos e como utilizamos o corpo para nos comunicar são algumas das questões que norteiam a sequência didática.
 
Além da palestra sobre a Língua de Sinais, ao longo do trimestre são desenvolvidas outras atividades, como reconhecimento em vídeos dos diferentes sotaques de países de Língua Espanhola, produção de teatro de mímicas representando sensações estranhas e inexplicáveis, escrita de textos utilizando as funções da linguagem, leitura de textos poéticos e jornalísticos, estudo da linguagem corporal no dia a dia e nos esportes e a identificação dos elementos da comunicação em diferentes situações. Ao final dos estudos, os estudantes precisam produzir um dicionário dos sentimentos que vivenciaram com ilustração e descrição.
 

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.