Copa do Mundo oportuniza aprendizagens e integração

Os jogos da Copa do Mundo movimentaram os estudantes no Marista Champagnat. Crianças de jovens puderam se reunir na escola para acompanhar os jogos do Brasil e torcer pela seleção. Além disso, os professores aproveitaram a oportunidade dos jogos para desenvolver conteúdos linkados ao evento. Durante a realização da Copa, os estudantes da turma 112, por exemplo, puderam realizar diversos desafios de aprendizagem. Cada desafio cumprido pela turma, o álbum da Copa do Mundo ganhou um novo personagem.


Turma 112 torcendo para o Brasil

Foram trabalhados números, ordenação, concentração, socialização, memória afetiva, conscientização, noção de valores ao comprar álbuns e figurinhas e perseverança, uma vez que o time do Brasil não avançou na competição, mas mesmo assim o trabalho em sala continuou com a mesma alegria e empenho. A turma toda usou nos dias de jogos camisetas personalizadas com seus nomes para torcer pelo Brasil.


Turma 113 na torcida mista pelo Brasil e Bélgica

Já a turma 113 tem em seu meio um estudante Belga, o Otton, que junto de seus irmãos estuda no Colégio desde o ano passado. No dia do jogo Brasil e Bélgica a turma ficou dividida na torcida. Além das atividades de sala aliadas ao tema Copa, os estudantes foram motivados a torcerem pelas duas nações, independente de resultados. A turma foi destaque em uma reportagem de uma rádio Belga, sendo exemplo de acolhida e torcida mista.


Post no Twitter da Rádio com a foto do material
produzido pelos estudantes

Os estudantes desenharam os seus jogadores preferidos e entre eles estavam atletas das duas nacionalidades. Sem dúvida o maior aprendizado da Copa do Mundo deixou para todos foi a socialização e o respeito.

Áudios da Rádio Belga 

Áudio parte 1

Áudio parte 2

Álbum com imagens

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.