Conheça o Viva Alegria

Há mais de 10 anos o Grupo de Voluntariado Viva Alegria, do Colégio Marista Conceição, desenvolve projetos que motivam ações de solidariedade e protagonismo junto da comunidade passo-fundense.

O grupo é composto por 110 jovens, estudantes do Ensino Fundamental Anos Finais ao 3º ano Ensino Médio, que têm encontros semanais na Fundação Lucas Araújo – Lar da Menina, de Passo Fundo. Lá, desenvolvem ações com mais de 400 crianças. Meninas de 6 a 12 anos aprendem valores de cidadania, participam de dinâmicas e recebem ajuda nos temas de casa, são motivadas através de oficinas de história, teatro, dança e atividades esportivas.

Ao longo do ano também são promovidas campanhas sociais como a Páscoa Solidária, Inverno Solidário, Criança Solidária e o Natal Solidário, projetos que tem o intuito de arrecadar doações que são destinadas as crianças da Fundação.

O Viva Alegria tem seu trabalho reconhecido em nível nacional, através de prêmios como o Selo Escola Solidária, Prêmio Construindo a Nação e o Prêmio Educador Católico.

A última distinção recebida pelo Viva Alegria aconteceu em 2013, através do Prêmio Contruindo a Nação. O projeto premiado foi Um por todos e todo por um! Pela ética e cidadania. O Colégio ficou com o 2º lugar na categoria Ensino Médio.

Estudantes voluntários recebendo prêmio em Porto Alegre

Os trabalhos voluntários são direcionados às classes populares, com uma proposta de valorização do protagonismo juvenil, unida à cultura da paz. É um projeto que intensifica a integração da prática solidária e da conscientização de nossos estudantes voluntários. Deste modo, o voluntariado se apresenta como um espaço alternativo, não só de inserção social e compromisso com a cidadania responsável, mas também como uma proposta que auxilia o conhecimento de si mesmo e a descobrir suas potencialidades.

Assim, o Viva Alegria vem fazendo a diferença há mais de 10 anos. O benefício do voluntariado não se configura apenas como pedagógico, pois ele desperta para questões humanas, atua como parte integrante da formação dos jovens e principalmente contribui na transformação social de uma comunidade.

Comentários (1)

Guilherme Borowsky

É só para oitava série ?

Responder

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.