Aula Inaugural traz a contribuição de leigos na Missão Marista

A aula Inaugural deste semestre trouxe aos estudantes do Marista Vettorello um olhar sobre a missão marista. Na noite de 15/3, todos os educandos estiveram reunidos no ginásio da escola, em silêncio, com o olhar atento e por vezes os olhos emocionados, para ouvir os relatos da Rutiane Silva educadora do Centro Social Marista Boa Esperança, de Santa Cruz do Sul,  e do professor Gustavo Balbinot atuante na Pastoral da Sede.

Com o tema O leigo que contribui com os 200 anos da Missão Marista, Rutiane e Balbinot contaram como ingressaram na Rede e os desafios da profissão. “Nós temos uma missão bem desafiadora que é educar com amor, porque a sociedade hoje está em pé de guerra”, disse. Ex-aluna do Centro Social, ela destacou a importância de educandos e educadores: “Os professores de vocês mostram além do conteúdo de aula, pois queremos que vocês vejam que são pessoas maravilhosas, são capazes de fazer a diferença e podem ser a transformação onde quer que estejam”, afirmou Rutiane.

 

Balbinot também contou a história de Champagnat e de como foi o início do Instituto Marista. A sua apresentação foi intercalada de muita música e os estudantes acompanharam cantando as letras.