Alunos vivenciam o voleibol adaptado

Os alunos da turma 232 vivenciaram uma experiência inusitada nas aulas de Educação Física dos professores Gustavo Barroco e Juliano Rosa: o voleibol adaptado.
 
Praticado por pessoas que têm alguma dificuldade de locomoção, os seis atletas em quadra jogam sentados. O sistema de disputa é basicamente o mesmo do voleibol convencional.
 
Conforme o professor Gustavo, a prática deste esporte faz com que os alunos reconheçam as dificuldades das pessoas portadoras de deficiência, bem como valorizem os movimentos articulares de seus membros superiores. "Para os portadores de deficiência é a superação de alguns obstáculos, sendo o primeiro deles a rede", destaca ele.
 
A modalidade é uma das primeiras experiências esportivas coletivas entre a turma e o colega Lucas Marques (em destaque na foto ao lado) e mais um dos muitos momentos de integração. O professor Juliano é quem faz o acompanhamento individual do aluno nas aulas de Educação Física.
 
O portador de deficiência física tem nestas atividades a oportunidade de testar seus limites e suas potencialidades, além de promover a integração total do indivíduo. O voleibol adaptado foi uma das modalidades disputadas nos Jogos Parapan-americanos 2007. O esporte é regulamentado internacionalmente pela Organização Mundial de Vôlei para Deficientes, e, no Brasil, pela Associação Brasileira de Vôlei Paraolímpico (ABVP).
 
 

Comentários (1)

Marcello

Olá, eu gostaria de saber quais são as regras do voleibol adaptado e o que é. Obrigado

Responder

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.