Encontro Anual Vidamar 2008

No período de 6 a 8 de junho, mais de cem educadores — leigos e Irmãos ligados a obras maristas — se reuniram em Veranópolis para o Encontro Anual Vidamar 2008. A organização ficou a cargo de educadores e Irmãos do Instituto Marista Graças e da Assessoria da Pastoral Marista (Asdepas).

Com o lema “Espiritualidade, fonte da vida em missão”, os vidamaristas refletiram sobre o Ano de Espiritualidade Marista e o livro Água da Rocha. Segundo o professor Marcos Scussel, foi um grande momento de encontro, vivência e formação marista.  “Tivemos a oportunidade de subir a montanha e alimentar nossa Espiritualidade, fonte da vida em missão. Ao retornarmos para nosso campo de missão certamente levamos em nossa mochila muitas vivências significativas que marcaram nosso encontro. Que em nossa mochila de vidamarista possamos sempre levar conosco o cântaro e retornarmos constantemente à fonte da espiritualidade marista que flui da tradição de São Marcelino Champagnat. Essa Água da Rocha sacia nossa sede. Uma água que gera mais vida", salientou ele.

Na chegada, sexta-feira à noite, ocorreu um momento de oração, quando todos os participantes foram convidados a silenciar e beber na fonte da espiritualidade, que flui da tradição de Marcelino Champagnat. No sábado pela manhã, após a acolhida, ocorreu um momento de integração entre os participantes. No seguimento, foi realizada uma palestra sobre a Espiritualidade Marista, ministrada pelo Irmão Inácio Etges, e, à tarde, várias oficinas. Atividades onde os vidamaristas puderam refletir e vivenciar aspectos da espiritualidade marista.

As oficinas propuseram questionamentos aos participantes: Que água sacia minha espiritualidade? Que som ecoa da minha espiritualidade? Como eu cultivo e cuido da minha espiritualidade? Como expresso minha espiritualidade?

Na Noite Cultural, o espetáculo “Viva Noite” descontraiu o público com diversas brincadeiras. A participação musical dos Irmãos Escolásticos e do músico Beto Herrmann também animou a platéia.

No domingo, antes da volta para casa, a celebração final foi com a Bênção de Envio, quando os vidamaristas foram presenteados com um cântaro abençoado pelo Padre Ciro Chaves e foram convidados a retornar constantemente à fonte para alimentar a sua espiritualidade, “fonte da vida em missão”.

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.