Novas educadoras maristas no mercado

A cerimônia de Colação de Grau do Curso Normal com Aproveitamento de Estudos, realizada no dia 6 de janeiro, no Salão de Atos da PUCRS Viamão, ocorreu sob olhares atentos e emocionados de familiares, amigos e professores, testemunhas da luta, dos desafios e das vitórias na trajetória estudantil de cada uma das 15 formandas.

Muita emoção também no momento do juramento da turma. “Juro, solenemente, no exercício de minha profissão, ser fiel aos deveres dos homens, da ciência e do magistério, e tudo fazer para a formação integral da pessoa humana, segundo os princípios éticos e legais.”

A paraninfa da turma, professora Irany Dias, destacou, em seu discurso, que sentia-se honrada em participar deste momento, mas também na obrigação de dizer que o mundo precisa de cada uma. “Não esqueças o que construíste com teus professores e demais funcionários desta instituição, ao contrário, é necesssário que faças uso de tudo para ajudar os pequenos ou os adultos que estarão sob tua responsabilidade a crescer, a lutar por igualdade, por humanidade, por fraternidade.”

As professoras homenageadas foram Jaciara Sparremberger e Valéria Macedo, e a funcionária homenageada, Fátima do Nascimento. Compuseram a mesa, ainda, o vice-diretor do Instituto, Irmão Albino Trevisan, a coordenadora pedagógica, Maria Helena Issa, e a orientadora educacional, Simone Hahn.

A oradora, Maria Luiza Puglia, lembrou que o educador precisa ter além da vocação, um perfil especifico para a profissão, mas também é necessário reunir saberes de muitos outros profissionais. “O verdadeiro educador é aquele que ouve como um psicólogo, que cura as dores como um médico, que cria como os arquitetos, que articula como os engenheiros, que sonha como poetas, que sofre, chora, ri e luta, como qualquer ser humano.Este curso mudou nossas vidas de uma maneira irremediavelmente avassaladora. Crescemos e trocamos saberes com as pessoas com as quais convivemos. Obrigada às pessoas que nos ajudaram a superar nossos próprios limites, vencer e desfrutar da honra de nos tornarmos professoras.”

O discurso final foi proferido pelo Irmão Albino Trevisan, educador, pesquisador e apaixonado pela educação. Segundo ele, ter sonhos, engenhar projetos é uma coisa; empenhar-se para torná-los realidade é outra bem diferente. “Para isso, é necessária a criatividade e a ousadia de um Champagnat que, com deteminação, como vocês, soube transformar tudo em fatos. E o que fará uma educadora que, agora de direito, possui a fórmula marista de educar? Imagino que cada uma tem claro em mente a escala de valores indicada para formar valorosos cidadãos segundo a concepção do amor cristão.” Irmão Albino encerrou seu discurso com as palavras de Dom Luciano Mendes: “Se você ascender uma luz na vida de uma criança, essa criança será a luz de sua vida.” E convidou a todos a aplaudirem “a quem, hoje, está de chama acesa na mão e no coração para ir ascender muitas luzes em torno de si.”

Clique aqui e confira a Missa de Formatura do Curso Normal, realizada no dia 5 de janeiro.

 

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.