O valor do contato com a natureza

É papel da escola contemplar o direito da criança de se movimentar e vivenciar aprendizagens em espaços ao ar livre, ampliando o contato com o sol, o vento, as árvores, isto é, com a natureza. Tais experiências ajudam a potencializar a imaginação, a observação e a criatividade, bem como auxiliam nos vínculos sociais e nas relações de cuidado consigo e com o outro. Também contribuem para a expressão corporal e a atividade motora, incluindo a coordenação e o equilíbrio, além do alívio ao estresse e à ansiedade.


Estudantes da Educação Infantil aprendem, desde cedo, a valorizar as experiências fora da sala de aula

No Marista Maria Imaculada, as práticas pedagógicas contemplam as relações com os recursos naturais, utiliza-se o privilegiado espaço externo do colégio para estimular a investigação e a descoberta durante as pesquisas sobre os mais variados assuntos que despertam grande interesse e curiosidade das crianças.  “Sempre considerei muito importante para as crianças o contato com a natureza, esse foi um dos grandes motivos que me fez voltar para Canela – RS. Observo que os ambientes naturais são eficientes em trazer à tona mudanças no estado emocional dos meus filhos, que se tranquilizam no contato com a natureza. De encontro a isso, considero que a vegetação do pátio escolar contribui positivamente para a saúde e o desenvolvimento das crianças”, destaca a mãe dos estudantes João Caetano, do nível 2 e Maria Flor, do nível 3 da Educação Infantil, Amanda Selbach.

Todo esse trabalho é fundamentado nas Diretrizes da Educação Infantil Marista, documento norteador da ação pedagógica deste segmento de ensino o qual tem como base a formação integral que o jeito marista de educar promove diariamente. Assim, a criança aprende a vivenciar a natureza e, ao mesmo tempo, a respeitá-la, despertando sua consciência acerca da importância de cuidar do meio ambiente para viver em harmonia e com qualidade de vida.