Natal: a luz de um novo começo

Natal é a festa da luz! No tempo do Império Romano, entre os dias 17 e 23 de dezembro, festejava-se a maior festa: o ‘dia do Sol’ (Saturno). Era uma festa civil, parecida com nosso carnaval. A alegria tomava conta dos povoados. Com o Imperador Constantino, por volta do século III, quando o Império foi cristianizado, a Festa da Luz passou a ser a festa do Natal de Jesus, a grande Luz.

Natal é a oportunidade de um novo começo, uma nova possibilidade, um novo caminho. Natal é berço de um farol que indica a direção do coração e ao mesmo tempo ilumina horizontes. Caminhar na luz, seguir, contemplar, acender a luz interior, nos permite olhar o mundo de maneira diferente, humana, sábia e serena.

A sensibilidade espiritual nos leva a admirar e a contemplar também a luz da outra pessoa considerando-a meu irmão, minha irmã, meu próximo, alimentando um novo olhar. Luz que transforma nosso jeito de estar no mundo e sensibiliza outras pessoas a encontrar a sua própria. Natal, não esqueçamos, é a celebração do nascimento de Jesus, a Grande Luz.

Que nossos encontros de família e de amigos, nossas viagens, abraços, sorrisos e descansos estejam impregnados dessa novidade, porque neles o sol nasce, independente se estamos atentos ou não. Mas quem se dá conta de todos esses lindos mistérios vive com mais sentido e serenidade, e tudo porque, como afirma Jesus: “anda na luz”.

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.