Marista Ir. Jaime Biazus celebra conclusão do Ensino Médio

O Colégio Marista Irmão Jaime Biazus celebrou na terça-feira, 20/12, a conclusão do Ensino Médio, fechando assim o terceiro ciclo completo de formação desde a sua fundação em 2012. As turmas do chamado “Terceirão” somam 63 estudantes que celebraram junto aos educadores e famílias a caminhada de formação humana, técnica e espiritual.


Familiares e amigos dos formandos lotaram o ginásio do colégio

Instalado no Centro Social Marista de Porto Alegre (Cesmar), no bairro Mário Quintana, o Colégio é fruto de uma antiga demanda da comunidade local eopção dos Irmãos Maristas oferece ensino de qualidade. Trinta profissionais compõe o quadro de educadores dispostos a concretizar a Missão de São Marcelino Champagnat: evangelizar através da educação. 


Formandos da turama 231

No discurso de conclusão o diretor, Ir. Odilmar Fachi, ressaltou uma das principais frases do pensador, educador e sonhador, de um mundo melhor, escritor Paulo Freire. “Ninguém caminha sem aprender a caminhar, sem aprender a fazer o caminho, caminhando; refazendo e retocando o sonho pelo qual se pôs a caminhar”, disse o diretor.


Formandos da turma 232

O Ir. Fachi também pediu para que os estudantes tenham coragem no mundo onde estão sendo inseridos. “Avancem com coragem para onde o destino apontar a missão, seja na faculdade, no trabalho, na vida cotidiana. Força e coragem, certo?! Que a vossa valorização seja o reconhecimento pela formação pessoal e pela formação Marista que receberam”, aconselhou.


Coordenações, homenageados e direção compuseram a mesa

Pelas redes sociais, os estudantes manifestaram a alegria em concluir mais esta etapa de formação nas suas vidas. A estudante Ana Daniela Dalmolin, que participou da organização da formatura, expressou a felicidade e fez os seus agradecimentos em um post no Facebook. “Estava tudo lindo, estou muito cansada, mas valeu todo o esforço. Obrigada a todos do terceirão, que ajudaram de alguma forma, gostaria de agradecer também a equipe diretiva, a comunicação e a todos que ajudaram. Espero que formandos e familiares tenham aproveitado cada detalhe deste momento inesquecível”, disse a formanda.

Já para Delon Trindade que também usou o facebook para agradecer, escreveu: “Ensino Médio concluído! Quero agradecer a todos que me apoiaram, que deram uma força e agradecer a todos os professores que estiveram junto, e agradecer os que vão deixar saudades não só para mim, mas para todos nós formandos do terceiro ano”.

O Paraninfo da turma 231, Fernando Juarez Cardoso, ressaltou, em seu discurso, que deve-se valorizar esta conquista e que devem saber que este é só um passo inicial para uma longa e próspera trajetória na vida adulta. Destacou também o verso de uma música que os formandos conhecem: "Fé em Deus que Ele é justo. Ei irmão nunca se esqueça, na guarda guerreiro. Levanta a cabeça truta, onde estiver seja lá como for. Tenha fé porque até no lixão nasce flor." E para finalizar o professor citou a frase que o identifica com a turma, "vamo dale pra não toma-le gurizada!". 

Já o Paraninfo da turma 232, professor Lindolfo Reckziegel, manifestou a sua esperança e a felicidade em ter sido homenageado parafraseando o texto de Rubens Alves. “Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas. Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do vôo. Pássaros engaiolados são pássaros sob controle. Engaiolados, o seu dono pode levá-los para onde quiser. Pássaros engaiolados sempre têm um dono. Deixaram de ser pássaros. Porque a essência dos pássaros é o vôo. Escolas que são asas não amam pássaros engaiolados. O que elas amam são pássaros em vôo. Existem para dar aos pássaros coragem para voar. Ensinar o vôo, isso elas não podem fazer, porque o vôo já nasce dentro dos pássaros. O vôo não pode ser ensinado. Só pode ser encorajado”, concluiu o professor dizendo que o Cesmar como um todo é um espaço pluralista, um lugar de ideias e pensamentos, que busca sempre desempenhar este papel de asas, para que assim seus alunos cresçam abrindo caminhos para que aprendam e possam voar em busca dos seus objetivos.

O professor Maximiliano Rocha foi escolhido pelos estudantes como o professor homenageado. Já a colaboradora Vania Regina Garcia Alves foi eleita a funcionária homenageada das turmas. 

Dentro da proposta pedagógico-pastoral do Colégio, várias atividades marcaram a caminhada dos estudantes ao longo dos três anos. Projetos de pesquisa, culturais e políticos buscaram alargar a compreensão de mundo e propiciar o protagonismo na construção de uma sociedade melhor. Além dos estudos regulares, iniciativas para custear as despesas do ano de conclusão também encheram de vida a trajetória do grupo.

Comentários (2)

Ana Daniela

O professor paraninfo da 231 foi o Fernando, o Lindolfo foi paraninfo da 232. Só estou comunicando porque alguns estudantes vieram me falar do erro e ficaram incomodados com o mesmo, obrigada pela atenção!

Responder
SABRINA

EXTERNO AQUI MINHA INDIGNAÇÃO E SOLIDARIEDADE AO GRANDE PROFESSOR FERNANDO QUE NOS APOIOU EM DIAS DIFICEIS....E FOI DEMITIDO NO DIA SEGUINTE DESTA CELEBRAÇÃO....QUE VENHAM DIAS MELHORES...GRANDE ABRAÇO

Responder

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.