Escola lança projeto de educação ambiental

Mudanças de atitudes transformam o nosso ambiente. E é com esse pensamento que o Colégio Marista João Paulo II convida seus funcionários, educadores e estudantes a integrarem a campanha Nosso mundo, Meu ambiente, lançada no dia 10 de outubro. O projeto que traz a sustentabilidade para o cotidiano escolar.

As ações já começaram. O Colégio ganhou novas lixeiras, que agora sempre estarão em par. Uma será para a destinação do lixo comum e a outra para reciclar. Os banheiros, salas de aula, vestiários e áreas de convivência também estão decorados. Adesivos trazem mensagens de consciência ambiental, com lembretes sobre o uso racional de papel, água e energia, de forma criativa.


Adesivos decoram ambientes de toda a Escola

O planejamento do projeto começou em novembro de 2010, com o auxílio da consultora em sustentabilidade Joana Bicalho, da Rede Empresa Responsável, e a criação do GT Ambiental, com a participação de gestores, auxiliares administrativos e de serviços gerais, professores e estudantes escolhidos para fazer parte deste grupo. As ações envolvem a reciclagem do lixo com parceria de cooperativas, manutenção da limpeza e o uso consciente. Na recepção do Colégio, ainda haverá coleta de pilhas e baterias.

Lançamento do Projeto

O dia do lançamento foi marcado por uma hora cívica, onde foi apresentado o trabalho da Associação dos Agentes Ecológicos da Vila Planalto - AGEPLAN, e da Capital Recicláveis, que cuidarão da destinação dos resíduos para a reciclagem do material da escola. No pátio, estudantes transformaram garrafas pets e embalagens longa vida em artesanatos e carteiras por meio oficinas oferecidas pela Paranoarte - Rede Solidária de Artesanato e Cultura Popular. A estudante Yasmin Rodrigues, do 5º ano A, aprovou o projeto. “Acho muito boa essa ideia. É bom saber que vamos reciclar só ao jogar o lixo no lugar certo. Assim, é muito fácil e simples ajudar o Planeta!”, exclamou.


Representantes de turma receberam um botton do projeto
e adesivos para customizar a caixa de papeis recicláveis de sala de aula

Todos os estudantes assistiram palestras de sensibilização à consciência ecológica e sobre como utilizar as novas lixeiras. Turmas da Educação Infantil ao 2º ano prestaram muita atenção às recomendações da professora Eyla Maria, vestida de Mãe Natureza, no teatro da Hora do Conto.


Hora do Conto fala sobre a preservação do Planeta aos pequenos

Os estudantes maiores foram instruídos pelos professores de Ciências, Biologia e Geografia, Flávio Múcio, Stevan Correa e Eduardo Elias, respectivamente, e pela própria consultora Joana Bicalho. “Jogar fora não existe. Continuamos a jogar dentro do Planeta. O que precisamos aprender é que todo lixo pode virar matéria-prima. Devemos mudar nosso modo de pensar, agir e interagir com o mundo”, ensinou Joana.

Comunidade aprova criação do Projeto

Luana Jaime, do 7º ano B, estava realizada. “Sempre quis que isso acontecesse. O melhor é que o projeto não vai parar só na Escola, vamos levar esses ensinamentos para casa e vamos contribuir para melhorar o mundo todo”, disse.

“Vamos incorporar a mudança de comportamentos, hábitos e atitudes em relação ao consumo, ao uso dos recursos naturais e ao descarte, objetivando incorporar na vida das pessoas a responsabilidade individual com o meio ambiente” reforçou a Vice-diretora Administrativa Andrea Pacheco. “Com as ações, é possível sair dos muros da escola atingindo famílias e comunidade em que está a escola inserida, criando uma rede de educação ambiental. A sustentabilidade depende de ações individuais. O agente de mudança é cada um de nós”, completou.  

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.