Momento de Formação Marista: aprendizado com ONG Salve a Si

Ser estudante marista nos completa: com o objetivo de formar integralmente crianças e jovens, os Momentos de Formação Marista são oportunidades de promover reflexões, partilhas e dinâmicas para estudantes da Educação Infantil ao Ensino Médio. Para os jovens do Ensino Médio, depois de explorar o autoconhecimento e as possibilidades de seus projetos de vida, no 1º Momento de Formação, foi hora de dar continuidade à proposta nesse semestre.


Henrique França compartilhou com os jovens os objetivos do projeto

O 2º momento de reflexões foi dividido em três etapas: a 1ª, realizada no dia 15/8, trouxe José Henrique França, idealizador e responsável pela ONG Salve a Si para uma roda de conversas. A instituição é um centro de acolhimento e tratamento de dependentes químicos e tem como lema resgatar a vida através do amor. Na ocasião, Henrique compartilhou com os estudantes um pouco do trabalho realizado na comunidade terapêutica e pode esclarecer dúvidas sobre as consequências do uso de drogas, a partir do que já vivenciou. Já a 2ª fase do projeto, realizada entre os dias 23/8 a 30/8, foi solidária: uma campanha de arrecadação de sacos de arroz realizada pelos estudantes destinada à ONG. Por fim, no dia 31/8, os jovens tiveram a oportunidade visitar a comunidade terapêutica, para entregar as arrecadações e ver de perto o trabalho realizado com dependentes químicos, que também são voluntários do projeto.


Na ONG, explicações aos estudantes do funcionamento o trabalho 

A estudante Ana Carolina Filipini, do 2° ano EM, conta o que achou do momento: “Foi incrível a experiência de podermos participar desse projeto! Na ONG, vimos que eles produzem tudo o que consomem: desde o café da manhã até a casa que dormem. É muito interessante ver o empenho do trabalho e como eles dão valor a isso. Nos inspiramos muito! Essas pessoas respiram superação, da hora que acordam, até a hora de dormir. Tivemos momentos que trouxeram o assunto para nossa realidade e pudemos crescer e aprender muito com o momento”, conclui.

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.