História do nome do Colégio

Em 1996, o Ir. Antônio José da Silva, à época presidente da Província Marista do Rio Grande do Sul, perguntou ao Ir. Arlindo Corrent, primeiro Diretor do colégio, qual o nome seria dado à instituilção.

Prontamente, o Ir. Arlindo sugeriu o nome Colégio Marista João Paulo II e o nome foi aceito. Entre as principais justificativas para a escolha estavam:

  1. O papa João Paulo II havia recebido da ONU o título de “Personalidade do Século”.
  2. João Paulo II foi um Papa eminentemente “Mariano” nos seus pronunciamentos, cartas pastorais, encíclicas papais. Além disso, incentivou o povo católico a ser devoto de Maria, característica esta dos Colégios e da Instituição Marista.
  3. João Paulo II foi o Papa da juventude. A partir dele surgiram as grandes jornadas mundiais da juventude.
  4. Foi um Papa que valorizou a educação cristã e católica, como meio de formação das futuras gerações.

Esses foram os motivos mais do que suficientes para tê-lo como patrono e protetor de uma nova Escola que estava nascendo, por isto: Colégio Marista João Paulo II.