Robótica Educacional

Presente no currículo de 14 Colégios Maristas desde a Educação Infantil ao Ensino Médio, a Robótica Educacional Marista integra uma série de iniciativas que inserem a tecnologia no cotidiano dos estudantes, dinamizando o jeito de ensinar e aprender.

Os projetos desenvolvidos têm por ponto de partida buscar soluções para situações-problema. Estudantes e educadores mediadores organizam as estratégias para a montagem de maquetes/robôs, sendo que todo o processo de construção é realizado pelo grupo, desenvolvendo o raciocínio lógico e a criatividade.

Festival Marista de Robótica: 15 e 16 de setembro de 2016

Além do estudo teórico-prático desenvolvido nas unidades, a robótica marista se destaca pelo Festival Marista de Robótica, tradicional evento promovido pelos Colégios e Unidades da Rede Marista em parceria com a PUCRS. São cerca de 600 estudantes e educadores de diversas instituições de ensino, públicas e privadas, que participam do Desafio de Robôs, Desafio de Drones e do prêmio Cidade Laboratório.


Cerca de 600 estudantes e educadores participam do evento

Inscreva-se até 15/7 para edição 2016:

 

8º Desafio de Robôs

2º Desafio de Drones

Cidade Laboratório

 

 

Acesse aqui o regulamento da competição.

Acesse aqui as orientações gerais das produções.

 

Mais do que uma competição, o Desafio de Robôs, promovido pela Rede Marista desde 2008, é um espaço de construção do saber e estímulo à reflexão. A partir de um tema determinado, estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio dos Colégios Maristas e de outras escolas de ensino público e privado realizam pesquisas, projetos e tarefas diversificadas.

O desafio consiste em programar robôs para realizar tarefas nas chamadas “arenas” numa competição que envolve estratégia, criatividade e tecnologia. Cada missão representa uma situação que possibilita ao estudante encontrar soluções, conforme o tema do evento. Paralelamente, ocorre também a Mostra de Robótica da Rede Marista, entre outras atividades que compõem a programação de cada edição do evento.


Diversas equipes de colégios maristas competem no Desafio de Robôs

 

Acesse aqui o regulamento da competição.

 

Estudantes do 4º, 5º e 6º anos do Ensino Fundamental de escolas públicas e privadas podem participar da competição, que não está vinculada às equipes de Robótica das escolas. Os alunos devem criar maquetes ou protótipos com soluções relacionadas ao tema do evento, levando em consideração suas aplicações e importância para a sociedade. Serão 30 vagas disponíveis e os projetos são avaliados de acordo com as soluções apresentadas para a situação-problema, metodologia, produto e apresentação oral.


Cidada Laboratório terá 30 vagas na edição deste ano

 

Acesse aqui o regulamento da competição.

 

O Desafio de Drones recebe estudantes a partir do 8º ano até universitários, em uma disputa aberta a universidades e escolas públicas e privadas. Os desafiantes participam de jogos cronometrados com o objetivo de atingir o melhor desempenho dentro de um circuito de 15mx15mx5m protegido por tela. O critério para definir o vencedor é o menor tempo conquistado na volta dentro do circuito de obstáculos.


Em 2015, sete equipes disputaram o 1º Desafio de Drones