Coordenadora pedagógica participa de viagem de estudos a Reggio Emilia

A coordenadora pedagógica da Educação Infantil e dos Anos Iniciais do Colégio Marista Roque, Jaqueline de Freitas Quandt, integra o Grupo de Estudos da América Latina 2018, que passará uma semana em formação na cidade de Reggio Emilia, na Itália. O objetivo da viagem de estudos é vivenciar a proposta pedagógica local por meio de visita à escolas, palestras e oficinas. A comitiva conta com representantes de diversos países, entre eles oito integrantes da Rede Marista.
 
Jaqueline integra comitiva da Rede Marista
 
O grupo saiu do Brasil no dia 5/5 e iniciou as formações em Reggio Emilia no dia seguinte. A proposta pedagógica local inspira as Diretrizes da Educação Infantil, documento norteador da ação pedagógica dos colégios da Rede Marista.
 
Saiba mais
 
Reggio Emilia é uma cidade localizada ao norte da Itália, com cerca de 170 mil habitantes. A proposta pedagógica local surge após a Segunda Guerra Mundial, em uma cidade devastada, onde a população se mobiliza e se une para construir uma escola para as crianças, idealizando um futuro melhor através da educação. Foi essa proposta de um ensino diferenciado e realizado em parceria com as famílias, que atraiu um dos idealizadores, o pedagogo Loris Malaguzzi. 
 
Impulsionado pelas teorias psicopedagógicas inovadoras da Europa nos anos 50 e 60, como Jean Piaget, Lev Vygotsky e John Dewey; e também de pedagogos italianos, como Maria Montessori, irmãs Agazzi, Bruno Ciari, o jovem Malaguzzi estava certo de que o processo pedagógico deveria ter como centro o desenvolvimento intelectual, emocional, social e moral das crianças. O modelo pedagógico deu tão certo que acabou sendo municipalizado e hoje engloba 40% das escolas da cidade. A rede Reggio Children é composta de 13 creches e 21 pré-escolas.
 
Fonte: http://educacaointegral.org.br/experiencias/reggio-emilia-escolas-feitas-por-professores-alunos-familiares/

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.