Sobre o Colégio

Fachada recebeu nova pintura recentemente

 

O Colégio Marista Roque integra a Rede Marista, hoje presente em mais de 82 países e com quase 200 anos de atuação mundial. Está instalado na região central de Cachoeira do Sul, numa área privilegiada, com mais de 18 mil metros quadrados.

Com uma reconhecida trajetória na educação, construída desde 1929, ano de sua fundação, e atualizada permanentemente, a escola oferece infraestrutura completa e adequada para cada nível de ensino. Atualmente, possui mais de 700 estudantes e conta com o trabalho de mais de quase 100 educadores, que atuam diariamente na missão de construir conhecimentos e formar para valores humanos, marcas do jeito marista de educar para a vida.

Missão

Desenvolver educação integral de qualidade para crianças e jovens, segundo o carima marista, de maneira sustentável e inovadora.

Visão

Ser colégio líder em educação através de processos inovadores de ensino-aprendizagem com excelência, evangelização, responsabilidade social e sustentabilidade.

Valores

Amor ao trabalho, audácia, espírito de família, espiritualidade, presença, simplicidade e solidariedade.

Diferenciais

Dentre os diferenciais do colégio destacam-se: iniciação científica, robótica educacional, projetos de liderança, programa de hábitos de estudo, intercâmbio, preparação especializada para o Enem e Vestibular, Turno Integral, Caravana da Leitura, Caixa Estante, Bosque Silvestre, salas multimídia, entre outros.

História

Em 1908, uma comissão formada pelos Srs. João Leitão, Affonso Fonseca, Olímpio Leal e o Intendente Municipal, Dr. Cândido Freitas, empenhou-se em trazer os primeiros Irmãos Maristas para Cachoeira do Sul. Um prédio da Intendência, situado na Rua Saldanha Marinho, serviu de sede para a primeira escola. O propósito era que funcionasse como internato destinado aos filhos de fazendeiros residentes no interior. O educandário funcionou de 1908 a 1914 com a denominação de “Colégio Nossa Senhora da Conceição”.

No entanto, foi em 21 de janeiro de 1929 que a presença dos Irmãos Maristas consolidou-se na comunidade de Cachoeira do Sul. Com a denominação de “Gynásio Municipal Roque Gonçalves”, o colégio teve como primeiro diretor o Irmão Gabriel Leon. Ele consolidou os cursos de Ginásio e Técnico de Contabilidade, que funcionou até 1994.

O edifício em que até 1957 funcionaram as diversas salas de aula dos Cursos Primário, Ginasial e Técnico de Contabilidade, tornou-se pequeno para abrigar os mais de 500 estudantes matriculados na Instituição. Naquele ano, os Irmãos Maristas decidiram construir um novo edifício, com modernos traços arquitetônicos, mais confortável e que respondesse às aspirações do povo cachoeirense. A pedra fundamental foi lançada em 1.° de maio de 1957. Após as obras, o educandário adquiriu capacidade para atender mais de 800 jovens.

Em 27 de agosto de 1962, o Ministério da Educação aprovou o Regimento Escolar do Ginásio Roque Gonçalves. Em 6 de setembro de 1963, foi inaugurado o Escritório Modelo, utilizado pelo Curso Técnico, aplicando na escola ensinamentos teórico-práticos de Contabilidade e gerenciando uma firma arrozeira. Em 13 de agosto de 1965, foi fundada a Banda Marcial Gonçalvense, com 123 integrantes, tendo como organizadores Paulo Salzano Vieira da Cunha, João Carlos Ciceri e Francisco Bifano. De 1965 até 1970, o colégio sediou a Faculdade de Economia, segunda Faculdade a ser fundada em Cachoeira do Sul.

Em 1975 foram executadas diversas modificações, como a criação de salas especiais e transformação dos ambientes administrativos, visando à melhoria do funcionamento. Em 2004, num processo pelo qual passaram todos os colégios da Província Marista do Rio Grande do Sul, o Ginásio Roque Gonçalves passou a ser designado pelo nome fantasia: Colégio Marista Roque. São mais de 80 anos de uma história marcada pela tradição educativa marista, concebendo a educação como obra alicerçada no amor, na formação integral, inovação e  na harmonia entre fé, ciência, cultura e vida. 


1ª turma de estudantes, em 1929.