Sobre o Colégio

 

Fundado em 1929 e com uma reconhecida trajetória na educação, o Colégio Marista Roque é um espaço de aprendizado, descoberta e construção de novos conhecimentos. Está localizado na região central de Cachoeira do Sul, em uma área privilegiada, com mais de 18 mil metros quadrados. Oferecemos uma infraestrutura completa e adequada para cada nível de ensino, além da Classe Bebê, do Turno Integral e das Atividades Extraclasse

Diariamente, cerca de 100 educadores se envolvem na missão de oferecer uma educação integral de qualidade que marca a vida dos que passam pela nossa escola. Assim, mais de 700 estudantes da Educação Infantil ao Ensino Médio aprendem, todos os dias, que o conhecimento vai além da sala de aula, a partir de metodologias e projetos que abrangem diferentes saberes. Tudo isso ocorre por meio de processos comprometidos com valores humano-cristãos, inovação e sustentabilidade.

 

Missão

Desenvolver educação integral de qualidade para crianças e jovens, segundo o carima marista, de maneira sustentável e inovadora.

Visão

Ser colégio líder em educação através de processos inovadores de ensino-aprendizagem com excelência, evangelização, responsabilidade social e sustentabilidade.

Valores

Amor ao trabalho, audácia, espírito de família, espiritualidade, presença, simplicidade e solidariedade.

 

História

Em 1908, uma comissão formada pelos Srs. João Leitão, Affonso Fonseca, Olímpio Leal e o Intendente Municipal, Dr. Cândido Freitas, empenhou-se em trazer os primeiros Irmãos Maristas para Cachoeira do Sul. Um prédio da Intendência, situado na Rua Saldanha Marinho, serviu de sede para a primeira escola. O propósito era que funcionasse como internato destinado aos filhos de fazendeiros residentes no interior. O educandário funcionou de 1908 a 1914 com a denominação de “Colégio Nossa Senhora da Conceição”.

No entanto, foi em 21 de janeiro de 1929 que a presença dos Irmãos Maristas consolidou-se na comunidade de Cachoeira do Sul. Com a denominação de “Gynásio Municipal Roque Gonçalves”, o colégio teve como primeiro diretor o Irmão Gabriel Leon. Ele consolidou os cursos de Ginásio e Técnico de Contabilidade, que funcionou até 1994.

O edifício em que até 1957 funcionaram as diversas salas de aula dos Cursos Primário, Ginasial e Técnico de Contabilidade, tornou-se pequeno para abrigar os mais de 500 estudantes matriculados na Instituição. Naquele ano, os Irmãos Maristas decidiram construir um novo edifício, com modernos traços arquitetônicos, mais confortável e que respondesse às aspirações do povo cachoeirense. A pedra fundamental foi lançada em 1.° de maio de 1957. Após as obras, o educandário adquiriu capacidade para atender mais de 800 jovens.

Em 27 de agosto de 1962, o Ministério da Educação aprovou o Regimento Escolar do Ginásio Roque Gonçalves. Em 6 de setembro de 1963, foi inaugurado o Escritório Modelo, utilizado pelo Curso Técnico, aplicando na escola ensinamentos teórico-práticos de Contabilidade e gerenciando uma firma arrozeira. Em 13 de agosto de 1965, foi fundada a Banda Marcial Gonçalvense, com 123 integrantes, tendo como organizadores Paulo Salzano Vieira da Cunha, João Carlos Ciceri e Francisco Bifano. De 1965 até 1970, o colégio sediou a Faculdade de Economia, segunda Faculdade a ser fundada em Cachoeira do Sul.

Em 1975 foram executadas diversas modificações, como a criação de salas especiais e transformação dos ambientes administrativos, visando à melhoria do funcionamento. Em 2004, num processo pelo qual passaram todos os colégios da Província Marista do Rio Grande do Sul, o Ginásio Roque Gonçalves passou a ser designado pelo nome fantasia: Colégio Marista Roque. São mais de 80 anos de uma história marcada pela tradição educativa marista, concebendo a educação como obra alicerçada no amor, na formação integral, inovação e  na harmonia entre fé, ciência, cultura e vida. 


1ª turma de estudantes, em 1929