Maristas celebram o Dia de Champagnat

 
Em comemoração ao Dia de São Marcelino Champagnat, fundador do Instituto Marista, o Colégio Marista Roque celebra missa às 8h30 na Catedral Nossa Senhora da Conceição nesta terça-feira, 6/6. Todos os estudantes do turno da manhã participam da celebração.
 
Estão programadas ainda Gincana Champagnat, promovida pela Liga Estudantil Gonçalvense (LEG) com as turmas da manhã, celebração organizada pelo Serviço de Pastoral e apresentações do grupo de teatro com esquete sobre a vida do padre fundador do Instituto Marista para o turno da tarde. 
 
No ano em que é celebrado o bicentenário da atuação marista no mundo, estão previstas ainda várias atividades em todos os empreendimentos e espaços de missão. Conheça algumas iniciativas de rede:
 
Irmãos, Leigos(as) e colaboradores promovem correntes do bem
 
Um grupo de 400 colaboradores maristas dará início duas correntes, a Rede Sanguíneae a Rede do Livro, que ligará maristas espalhados pelo Rio Grande do Sul, Brasília e Região Amazônica. A primeira rede motiva a doação de sangue e a segunda incentiva a leitura. Ao doar sangue ou uma obra literária, o ato será dedicado a algum colega da Rede Marista. Por sua vez, a pessoa indicada fará uma nova doação e escolherá um terceiro participante, para que a ação continue sucessivamente e se amplie.
 
As doações de sangue podem ser feitas em qualquer hemocentro ou hospital, assim como os livros podem ser entregues em bibliotecas, escolas, instituições ou diretamente em mãos para uma pessoa. O importante é dar sequência às correntes. Também é possível fazer parte de ambas, independentemente de ter sido indicado ou não. 
 
Celebração na Catedral Metropolitana
 
No próprio dia 6/6, a Rede Marista promoverá uma missa na Catedral Metropolitana de Porto Alegre (Rua Duque de Caxias, 1047) para comemorar a data e refletir sobre a vida e a missão de São Marcelino Champagnat. A missaocorre a partir das 18h30 e é aberta ao público. 
 
Exposição relembra a identidade marista
 
Outra iniciativa que marca a data é o projeto Mala de Memórias, exposição itinerante que ajuda a contar a trajetória da Rede Marista por meio de objetos que fizeram parte do cotidiano dos empreendimentos. A partir do dia 6/6, a mostra visitará unidades e comunidades de Irmãos no Rio Grande do Sul, Brasília e Região Amazônica, em uma forma de valorizar as pessoas que dão continuidade ao sonho de Champagnat e reconhecê-las como protagonistas da história da instituição.
 
Tanto o Mala de Memórias quanto as redes Sanguínea e do Livro integram o projeto Maristas em Rede, que propõe a realização de 200 açõessociaispara deixar um legado durante o bicentenáriomarista. A comunidade é convidada a participar sugerindo novas iniciativas ou cadastrando-se como voluntária e/ou apoiadora nas que já estão acontecendo – basta acessar a plataforma online maristas.org.br/emrede.

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.