Empatia e simpatia são abordadas em palestra sobre médicos do futuro

Um grupo de estudantes do Ensino Médio está participando do projeto Eu, Repórter, iniciativa que oportuniza a realização da cobertura jornalística de diversos eventos do Colégio.

Confira uma das matérias:

Por Mariana Torves | 2º ano EM

Na última quarta-feira, 13/6, durante a Semana das Profissões do Colégio Marista Rosário, os estudantes do 2º ano EM participaram diversas oficinas. Entre elas, O Médico do Futuro, um bate-papo com o médico psiquiatra Cristiano Tschiedel Belém da Silva.


Oficina O Médico do Futuro | Créd. Mariana Torves

O convidado destacou a simpatia e a empatia com os pacientes como algo fundamental na formação dos médicos do futuro. “Cada vez mais a tecnologia e o acesso a informação têm contribuído para o avanço da medicina e da área da saúde em geral, mas a falta de empatia e simpatia na relação médico-paciente tem feito com que muitos pacientes fiquem inseguros”, explicou.

Segundo Cristiano, para que esse problema seja resolvido com êxito, as faculdades de medicina têm focado e investido em “humanizar” essa relação, para que o avanço da tecnologia seja cada vez mais eficaz e traga segurança para ambas as partes. 

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.