Filmes do 9º ano EF são premiados em evento escolar

Inspiradas pelo livro e pelo filme homônimos Meu Tio Matou um Cara, do cineasta e escritor Jorge Furtado, as turmas do 9º ano EF escreveram um roteiro sobre o protagonismo dos personagens da obra e filmaram um curta metragem. A atividade faz parte do projeto Nós, a(u)tores sociais? e integra a sequência didática da área de Linguagens e Códigos.

Os curtas foram avaliados por professores e três estudantes de cinema da PUCRS. Os prêmios para os destaques serão entregues durante o Rosarito, no dia 1º/12, das 10h20 às 12h40, no Salão de Atos do Colégio. O troféu que será entregue foi confeccionado pelos próprios estudantes em uma impressora 3D. Confira a lista de indicados às categorias de premiação

 “O título do projeto foi pensado para ser ambíguo, tratando os alunos tanto como atores, no sentido cinematográfico, quanto como agentes sociais”, explica a coordenadora pedagógica dos Anos Finais, Leia Almeida. Isso porque o objetivo da iniciativa é incentivar o protagonismo e a importância da tomada de decisões por meio da arte – o trabalho de culminância do projeto será a produção de roteiro e um curta metragem que aborde o posicionamento dos jovens diante da realidade brasileira.


Em agosto, as turmas conversaram com o mestre e professor de Cinema da PUCRS Gustavo Spolidoro

Sobre a sequência didática

A sequência didática faz parte da metodologia curricular do Marista Rosário. O conceito abrange o planejamento, desenvolvimento e avaliação de um conjunto de atividades ligadas entre si, reunindo os componentes curriculares nas quatro áreas do conhecimento: ciências humanas, ciências da natureza, matemática e linguagens e códigos. Cada área trabalhada, pensa em um tema, cria uma situação-problema e desenvolve esse processo com os estudantes.

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.