As energias que produzem os recomeços

Um novo ano letivo começa! 2018 vem aí, trazendo a energia potencial que os recomeços são capazes de produzir no imaginário coletivo e na emoção das pessoas. É sentimento, é emoção sentida à flor da pele. Todos os começos e recomeços são assim, carregados de muitas “esperas”, de possibilidades e oportunidades. É preciso estar atento para não deixar as oportunidades passarem. Importante lembrar que, quando elas surgem, há que se estar preparado para apreendê-las e não deixá-las escapar. E aí, cabe um questionamento: como eu posso e devo me preparar melhor neste ano?

Para muitos, o novo ano letivo vai ser um começo. É uma nova escola, são novas redes de relacionamento a serem construídas, amizades a serem conquistadas, espaços a serem ocupados, coração repleto de expectativas, desejos e sonhos. Para outros é recomeço. Mas não menos carregado de ansiedade, afinal, é um novo tempo, sempre com novas ideias, experiências diferenciadas que se somam no convívio, nas trocas e que agregam valor à vida, trazem novos aprendizados.

Nesse contexto, adquire um significado todo especial o poema de Carlos Drummond de Andrade, no qual ele considera que “Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez“.

  • O começo de um novo ano letivo tem tudo a ver com “projeto de vida”. E projeto de vida tem muito a ver com questionamentos do tipo:
  • O quero alcançar até o final de dezembro?
  • Que comportamentos e atitudes devo adotar para iniciar 2019 com o sonho realizado e a metas cumpridas?
  • Quem pode somar e me impulsionar nesse percurso?
  • Quem são as pessoas que me inspiram e me motivam e de quem devo ficar mais próximo possível?
  • Qual o meu grau de envolvimento, de comprometimento e disciplina pessoal na luta pelo alcance dos objetivos que me propus a conquistar?
  • De que forma eu vou celebrar essas minhas conquistas lá no dia 31 de dezembro de 2018?

Decida como quer chegar lá e o que quer comemorar ao final desse ano letivo. Determine tudo o que você deve fazer para ser bem-sucedido nessa jornada. Escolha as melhores companhias para estar junto de você, consagre seus planos a Deus, em oração e carregue seu coração da energia da fé, do entusiasmo! Acredite no seu potencial!

Nessa jornada a percorrer, de fevereiro a dezembro, não permita que nada, nem ninguém o afaste daquilo que você escolheu como objetivo a alcançar. Não deixe o desânimo tomar conta, nunca! Lidere a você mesmo. Gerencie sua vida com competência. Mostre para você mesmo o valor que você tem e o quanto é capaz de avançar no seu próprio desenvolvimento. Depois, é só celebrar! Olhar para o espelho e dizer para si mesmo: você conseguiu! E agradecer; sempre agradecer em oração. É uma energia poderosa que volta para você em forma de bênçãos.

Um espetacular e abençoado ano letivo de 2018 para todos! 

Por Marisa Crivelaro da Silva

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.