Liderança e protagonismo juvenil

Nossos jovens nos inspiram à mudança. Ética, comprometimento, carisma e responsabilidade são algumas palavras que fazem parte do projeto de Desenvolvimento de Lideranças que o Colégio Marista São Francisco implementou em 2016, articulando Grêmio Estudantil (Gesf), Pastoral Juvenil Marista (PJM) e Conselho de Líderes Maristas (Clima). Promover um ambiente democrático, através da articulação das juventudes, é um dos diferenciais da iniciativa, potencializando a participação estudantil nos diversos espaços de voz e atuação.

Uma urgência é fortalecer os espaços de participação juvenil. Em nossa escola, o Gesf, a PJM e o Clima são, por excelência, o lugar da representação e articulação. O Clima reúne estudantes líderes e vice-líderes do 2º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, na representação de suas turmas, em diálogo com seus pares, professores e Direção.

Por meio desses espaços legítimos de representação, os estudantes passam a ser voz ativa de seu grupo e o objetivo é garantir a autonomia dos estudantes como elemento vital para uma verdadeira democratização da escola.

Necessitamos, no diálogo com as juventudes, de uma perspectiva metodológica da circularidade em um constante ver, avaliar e agir. Podemos afirmar que o círculo é a festa do relacionamento, e nessa festa precisamos somar esforços para estabelecer a unidade, maximizando as potencialidades.

Somos desafiados a crescer em experiências mais participativas deixando nossos jovens serem protagonistas de um novo tempo, pois sua existência atuante e representativa pressupõe um diálogo concreto com a escola.

Por Ir. Claudiano Tiecher, diretor do Colégio Marista São Francisco.